Câncer de mama: prevenção e tratamento

O câncer de mama é um tumor que afeta as mamas e se desenvolve a partir de um crescimento rápido e agressivo das células mamárias mutantes. O diagnóstico precoce oferece grande chance de cura, pois tumores em fase inicial são mais fáceis de tratar. Por isso, é importante que a mulher faça o autoexame, consulta com seu médico e mamografia.

Autoexame

O autoexame é aquele que a mulher faz em si mesma com toque e é recomendado a partir dos 20 anos. Para fazer corretamente o autoexame da mama, é importante fazer a avaliação de três formas: em frente ao espelho, em pé e deitada.

Autoexame em frente ao espelho: para fazer a observação em frente ao espelho, a mulher deve retirar toda a roupa e seguir os seguintes passos:

  1. Primeiro, observar os seios com os braços caídos.
  2. Depois, com os braços levantados.
  3. Por fim, colocar as mãos na cintura, fazendo pressão e observar os seios.

Autoexame em pé: a palpação de pé deve ser feita durante o banho com o corpo molhado e as mãos ensaboadas, da seguinte forma:

  1. Levantar o braço direito e colocar atrás da cabeça.
  2. Com a mão esquerda fazer a palpação da mama direita, sempre com os dedos da mão juntos e com movimentos circulares.
  3. Repetir os mesmos passos com a outra mama.

Depois da palpação da mama, é importante pressionar os mamilos suavemente para observar se existe a saída de qualquer líquido.

Autoexame deitada: a palpação deitada deve ser feita com o corpo reto e confortável, o melhor lugar em casa é na cama. Para fazer essa avaliação é necessário:

  1. Deitar e colocar o braço direito na nuca, usando uma almofada ou toalha debaixo do ombro para ficar mais confortável.
  2. Com a mão esquerda fazer a palpação na mama direita.
  3. Repetir os mesmos passos com a outra mama.

Caso seja possível sentir alterações que não estavam presentes no exame anterior é recomendado consultar o ginecologista para fazer exames de diagnóstico e identificar o problema.

Consulta médica

A consulta médica é algo indispensável na vida de toda mulher. Mesmo que o autoexame não tenha demonstrado nada de anormal, a consulta com ginecologista deve ser frequente e periódica, pois isso evita outros problemas além do câncer de mama. E é com o especialista que a mulher faz a mamografia.

Mamografia

A mamografia é um exame de rastreio por imagem, que tem como finalidade estudar o tecido mamário. É o único exame capaz de detectar uma lesão cerca de cinco anos antes dela se tornar palpável, ainda na fase de microcalcificação. O uso da mamografia associado ao ultrassom garante uma grande chance de acerto nos diagnósticos de câncer de mama.

A primeira mamografia é recomendada entre 30 e 35 anos, e se faz essencial porque mulheres que trazem algum gene mutante podem manifestar o câncer nesta época. É um exame indispensável para toda mulher, mesmo que não apresente muitos fatores de risco.

Tratamento

No caso de um diagnóstico positivo, o tratamento vai depender da fase e do tipo de câncer, podendo ser através de quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Esse processo é orientado e acompanhado por um oncologista (médico especialista em tumores).

Declare seu amor por você mesma. Previna-se!

A prevenção é o melhor caminho!

Canais para buscar ajuda e orientação:

Hospital Nossa Senhora Aparecida

Rua Cristovão Gomes de Andrade, 665 – Camaquã/RS

(51)3671-7900

Liga Feminina de Combate ao Câncer de Camaquã

Rua Olavo Moraes, 644 – Sala 707 – Camaquã/RS

(51) 3671-5636

Leia também: Fatores que aumentam o risco de câncer de mama