AIDS: prevenção, diagnóstico e tratamento

No Brasil, todas as pessoas diagnosticadas com HIV recebem tratamento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O tratamento é efetivo na diminuição das complicações da infecção, reduz  a transmissão do vírus, melhora a qualidade de vida da pessoa e diminui a mortalidade.

Prevenção

A forma mais efetiva de prevenir a AIDS é cuidando para não ser infectado pelo vírus HIV. Para isso, é fundamental evitar os meios pelos quais ocorre a contaminação. Portanto, alguns cuidados são necessários:

– Manter relação sexual (oral, anal ou vaginal) sempre com o uso de preservativo

– Não compartilhar agulhas e seringas

– Não usar piercings e alicates de unha sem esterilizá-los

– Não fazer procedimentos cirúrgicos em clínicas clandestinas

Diagnóstico

Para o diagnóstico é necessário fazer o teste. Conhecer o quanto antes a sorologia positiva para o HIV aumenta muito a expectativa de vida de uma pessoa que vive com o vírus. Quem se testa com regularidade, busca tratamento no tempo certo e ganha muito em qualidade de vida.

Importante: os exames podem ser feitos de forma restrita e anônima.

Se a pessoa estiver com algum sintoma deve procurar um médico imediatamente e fazer os devidos exames.

No caso de violência sexual, a vítima deve ir no hospital mais próximo e comunicar a violência, para que eles possam ministrar os remédios de profilaxia de infecção pelo HIV ou outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). A chance dessas doenças não se desenvolverem é muito maior quando a profilaxia é feita poucas horas após o ato.

O diagnóstico de soropositivo é sempre um momento difícil, por isso, é importante a pessoa saber que existe tratamento e que ele é efetivo no controle das reações da doença.

Tratamento

O uso regular e correto dos medicamentos faz com que a pessoa infectada tenha uma vida normal e saudável. Além disso, também é importante seguir as recomendações médicas, comparecer às consultas, manter uma boa alimentação e praticar exercícios físicos.

O tratamento também evita o surgimento de doenças oportunistas, como tuberculose, pneumonia, entre outras. Quando o paciente soropositivo desenvolve a aids significa que o seu sistema imunológico já está bastante comprometido. Por isso, é essencial fazer escolhas saudáveis para que se possa viver com mais qualidade.  

Previna-se e viva com saúde!

Canais para buscar ajuda e orientação:

Hospital Nossa Senhora Aparecida

Rua Cristovão Gomes de Andrade, 665 – Camaquã/RS

(51)3671-7900

Leia também: Conheça os sintomas da AIDS


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/funbeca/www/blog/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/funbeca/www/blog/wp-includes/functions.php on line 3783